quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Café

Uma coisa que sempre me chamou atenção desde que me mudei para cá é a quantidade de café que os americanos tomam! Na minha cabeça os brasileiros eram os que mais tomavam café no mundo todo. Quando você vai visitar alguém no Brasil, o que o dono da casa com certeza vai te oferecer? Um cafezinho! Eu nunca tomei café na vida, por culpa do meu pai que nunca nos deixou tomar. Não posso nem com o cheiro. Tudo que tenha café eu detesto e isso vai desde uma bala até um bolo. Já a minha mãe é viciada em café, toma até antes de dormer e depois não entende porque ainda tem insônia. Os americanos andam para cima e para baixo com um “copão” térmico de café o dia todo. Eu confesso que acho isso estranho e as vezes até me dá uma antipatia danada. Vira e mexe tem umas reuniões aqui na prefeitura e as pessoas vão para a reunião com seus copões térmicos de café. Mas o que eu achei mais engraçado quando comecei a trabalhar aqui foi que as pessoas tem uma cafeteira térmica na mesa deles. Cada um tem a sua. Cada um traz seu pó, seu açucar, seu filtro. Isso me chamou atenção por dois motivos. Primeiro que achei aquilo muito estranho, já que nunca tinha visto isso no Brasil. Uma cafetereira na mesa de trabalho?? Segundo achei aquilo de um egoismo enorme. Porque ao invés de cada um fazer o seu café, não fazem uma garrafa (com é feito no Brasil) e assim todos podem beber da mesma? A galinha sem cabeça e a coruja de franja fazem uma garrafa para cada uma delas todos os dias e a metade vai para pia já na metade do dia. Se dividissem o café com certeza sairia mais em conta.

Hoje, olhando com outros olhos eu já entendo a cafeteira. Ela é uma forma de se economizar, já que o preço do café em uma lanchonete é bem mais caro do que o café feito na cafeteira.

Para se ter uma idéia até no verão esse povo toma café o dia inteiro, só que aí é café gelado. O café é feito da mesma forma mas é acrescentado cubos de gelo. Uiiii imagino o tanto que isso deve ser bom!! Fora os milhões de sabores que eles colacam no café: chocolate, morango, baunilha e por aí vai. Tem também o café com cafeina ( o normal) e o descafeinado (nunca tinha visto antes). Aí no Brasil também se toma café com a sobremesa? Eu também acho isso super estranho mas pode ser a minha falta de conhecimento por não tomar café! O David não toma café com a comida, mas sabe o que ele toma? Leite com nescau na hora do jantar gente! Como é que pode uma coisa dessas? Coisas de Americano que eu nunca vou achar normal!

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

E o final de semana passou rápido e eu nem vi...

Para começar uma fotinha minha e da Roberta no nosso penúltimo carnaval juntas!!! Esse foi lá em Tiradentes, em 2003 e foi o melhor da minha vida! E enquanto no Brasil ninguém trabalha, nada funciona e o país para aqui tudo continua na mesma. Na sexta feira não fizemos nada alem de ir ao shopping e fazer supermercado (coisas de dona de casa). No sábado acordamos tarde e a noite fomos para uma cidade que fica a uma hora daqui para assistir a Batida tocar. Foi ótimo e deu para matar um pouquinho a saudade do carnaval. As meninas estavam vestidas de baianas !!! Olha a foto aí. Domingo foi dia de ficar deitada na cama, assistindo big brother, oscar e desfile das escolas de samba. Foi assim meu final de semana....nada demais! Não vejo a hora de começar a faculdade e sair do meu emprego que eu simplesmente não suporto mais!!! Depois volto com alguma novidade mais interessante.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Carnaval tá aí.............

Pois é enquanto todos já estão em ritmo de carnaval no Brasil, eu estou aqui me mordendo de inveja. Alguns anos atrás uma hora dessas eu provavelmente estava contando os minutos para viajar! Agora estou aqui contando os segundos para ir embora para casa e no muito ir ao shopping com o David.

Desde que me mudei para cá fico super, hiper, mega depressiva no carnaval. Eu sempre ameiiiii essa época do ano. Época boa para extravasar as emoções....Hoje fiz um mini flash back dos meus últimos carnavais e a maioria deles passei com a minha amiga Roberta lá em Tiradentes. Agente se divertia viu? Ô se divertia! Tempo bom que não volta mais...Mais tarde vou tentar postar umas fotos nossas num de nossos carnavais.

Como quem não tem cão caça com gato, amanhã vou ao show da Batida. Batida é um trio formado por duas brasileiras e uma americana. Nunca dá para ir ao show delas, pois o David está sempre trabalhando. Como amanhã ele vai estar de folga e é carnaval, vamos enfrentar 1 hora de estrada para curtir um pouqinho do carnaval brasileiro!!!

Um bom carnaval aí para vocês....

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Hospício

Eu já falei que eu trabalho num hospício? Bem não é bem um hospício, mas é como se fosse. Quando fiz minha entrevista para vir trabalhar no departamento financeiro da prefeitura, a primeira pergunta que me foi feita pela minha atual chefe foi: Você conhece minha fama de bruxa? Eu pensei: Como assim Bial? Como é que uma pessoa durante uma entrevista já te fala assim de cara que ela é uma @#$%^&? Bom, naquela época eu pensei que não podia ser tão mal assim e que valia um esforço reingressar na minha área de trabalho.

No meu primeiro dia aqui, ela, a coruja de franja, nem me dá um bom dia, não pergunta como você vai, seja bem vinda, NADA! Sabe o que ela me disse, assim lá pelo meio do dia? Boa sorte, você vai precisar de muita?! Como assim Bial parte II? Eu tive vontade de sair correndo por esses corredores, mas me segurei. A mulher era realmente tudo o que ela havia dito ser: uma bruxa (para não dizer P#$hjjhA), pelo menos ela foi sincera né?! E isso foi só o começo.Ela fala mal de TODO mundo que trabalha aqui. Mas fala mal mesmo!!!! E na frente da pessoa é sorrisinhos e abraços. Ela deve ter aquele problema de excesso de raiva, porque não tem condição. E a raiva dela é verdadeira, ela fica vermelha que só se vendo, os olhos esbugalhados e dá murros na mesa. Eu fico imaginando o que é que ela não fala nas minhas costas (já peguei ela falando de mim no telefone).

Do colega aqui do lado eu já falei no post anterior ( o do biscoito cream cracker). Sabe a outra mania dele? Ele toma chá ou sei lá o que é aquilo o dia todo. Ele tem todo um ritual. Ele chega vai lá na “cozinha” limpa sua caneca encardida, põe os negócio tudo dentro da caneca põe no microondas e sai para fumar um cigarro. Aí ele volta da “fumada”, vem andando para o escritório e quando dá o primeiro passo em direção a minha mesa, ele volta e lembra que deixou a caneca dentro do microondas. Gente, isso acontece TODAS as vezes que ele vai lá fazer o negócio dele. Quando eu falo TODAS significa umas 6 vezes por dia. Como será que ele sempre esquece a caneca encardida dentro do microondas? Será que isso faz parte do ritual e não é um mero esquecimento? Pode ser….


Tem também a galinha sem cabeça. Ela é uma coitada! Sabe aquela pessoa submissa? É ela! A coruja de franja pode pisotear nela que ela não fala nada e não reclama de nada. A coruja de franja falou: agora que você foi promovida, vão ter dias que você vai ter que ficar aqui na hora do almoço, sabe como que é … A galinha sem cabeça levou ao pé da letra: não sai mais para almoçar e engole a comida. De uns tempos para cá ela começou a colocar as manguinhas de for a e fica me dando ordem. Fala para eu digitar uma conta para ela, para levar uns documentos no advogado e etc. Isso me dá uma raiva, mas eu tenho outra escolha? Lá vou eu andar no frio porque a dondoca não pode.


Por essas e outras não vejo a hora de sair daqui. Nunca trabalhei num lugar com tanta energia negativa e com pessoas tão mal humoradas. Ninguém dá bom dia para ninguém, quando eu voltei das férias ninguém perguntou como tudo havia sido, não comentaram do meu corte de cabelo, nada. Eu posso começar a chorar aqui agora que ninguém vai me perguntar o que está acontecendo. Não se pode conversar ( dá para escutar até um mosquito voando de tanto silêncio), fazer ligações pessoais, mandar um e-mail pessoal. Quando eu faço uma dessas coisas tenho que fazer na moita. A fama do nosso departamento é péssima. Não existe uma pessoa que se habilite a trabalhar aqui. Ninguém gosta da coruja e eu, logo euzinha vim parar nesse hospício….Mas por pouco tempo tá gente, estarei saindo em breve……

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Almoço???

Tá bom! Resolvi comecar esse blog hoje e vamos ver no que vai dar.

Estou aqui no meu horario de almoço! Oi? Almoço? Vocês sabiam que os americanos não almoçam como nós? Almoço para mim eh sinônimo de arroz, feijão, carne, batata e salada (cof cof). tem que ter sustância! O almoço americano constitui-se basicamente de um lanchinho, uma coisinha assim meio bláh sabe? Um sanduichinho, uma sopinha, uma frutinha, tudo inho.

No começo eu achava isso tão, mas tão esquisito e hoje eu meio que me acostumei. Quando falo que me acostumei eu digo, acostumei a vê-los "almoçando" , pois eu não abro mão do meu almoço brasileiro. Claro que agente acaba improvisando, já que eu não tenho mamãe por aqui e muito menos uma empregada para fazer deliciosos quitutes. Então durante a semana eu sobrevivo a base de congelados que na maioria das vezes lembram o meu almoço do Brasil, mas o gosto passa longe. Tem dias que eu sonhooooooooooo com uma comida caseira, igual a que tem no restaurante da Dona Maria lá em Lavras Novas. Minha boca chega a encher d'água. E para quem está achando que isso é algum restaurante caro está muito enganado. Eu pagava uns 5 reais num pratão de comida e com batatinha frita a gosto!!!

Agora o pior é o colega que assenta aqui do meu lado. Não é que o homem come biscoitinho cream cracker, aquele que vem num pacotinho todo dia na hora do almoço!!! Acho que ai no Brasil chama Clube Social e ele come só um pacotinho gente! E esse um(zinho) ele compra aqui numa vendinha de guloseimas que tem no primeiro andar todo santo dia! E eu fico me perguntando: Porque ele não compra isso em um supermercado, no qual a compra sairia bem mais barata, ao invés de comprar aqui? E será que ele não fica com fome depois não? O pior fui eu quando comecei a trabalhar aqui. Sabe como é que é né, emprego novo, queria ser simpática e tal e perguntei se ele não ficava com fome depois de comer aquele pacotinho e ele me respondeu assim: ficar com fome eu fico, mas eu não tenho dinheiro para trazer almoço. Ahhhhhhhhhhh faça me o favor! Não tem dinheiro para trazer um pão com manteiga??? E olha que ele mora num dos melhores bairros por aqui...Coisa de americano....

Antipatia!!!!